COVID-19

FAO orienta cidades a agirem em situação de emergência alimentar, e países a apoiarem cidades a se planejarem para o futuro pós-pandemia.

-nós fizemos um resumo para você.

Instituto Comida do Amanhã

Um think tank sem fins lucrativos, institucionalmente independente e apartidário, que apoia a transição para sistemas alimentares saudáveis e sustentáveis, inclusivos e empoderadores, biodiversos e culturalmente integrados. ​

Comer é, provavelmente, a decisão mais íntima e com maior impacto global. 

 

O que comemos diz muito sobre o mundo que queremos, mas também sobre o mundo que temos

nossa abordagem

A partir de uma visão sistêmica da alimentação, e contando com uma grande rede de parceiros, atuamos de forma interdisciplinar e intersetorial para conscientizar e impactar indivíduos, instituições e tomadores de decisão, com dois objetivos específicos e interdependentes.

 

por quê um think tank sobre comida?

o sistema alimentar contemporâneo é ao mesmo tempo, causa e consequência dos principais desafios atuais. Colocar comida no centro da mesa e das ações permite um olhar atual e de alto impacto de transformação sistêmica - o que comemos muda o mundo, e isso é nosso maior desafio e ao mesmo tempo, nossa maior oportunidade.

sindemia global

 

obesidade, má nutrição e mudanças climáticas crescem de forma interconectada e com consequências de diversas escalas e em todos os territórios.

relevância e contemporaneidade

 

consciência ambiental crescente + sensação de urgência: como atingir dietas / hábitos saudáveis dentro de sistemas sustentáveis.

transversalidade e intersetorialidade

 

dos impactos do sistema alimentar (dinâmicas sociais, culturais e de interação com o planeta) - impactos indissociáveis e desafiadores.

compromisso com a agenda global

 

o sistema alimentar tem impactos nos 17 objetivos do desenvolvimento sustentável

inércia política e institucional

 

na resolução dos problemas derivados do sistema alimentar.

áreas temáticas

Foco em três áreas estratégicas, interconectadas, que servem à organização dos mais urgentes desafios do sistema alimentar

COMIDA E CIDADES

cidades resilientes e com alimentos saudáveis, justos, e acessíveis a todos.

COMIDA E CLIMA

valorização da biodiversidade, da diversidade alimentar e com menor impacto climático.

COMIDA E CULTURA

valorização e reconhecimento do elo entre práticas culturais e alimentos, saberes e sabores.

 
 

​últimas notícias

equipe âncora

oportunidades

 
 

vem junto!

  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black Instagram Icon