top of page

LUPPA é destaque como rede nacional de cidades em relatório do Painel de Alto Nível de Especialistas em Segurança Alimentar e Nutricional (HLPE - FSN) sobre sistemas alimentares urbanos e periurbanos



Em relatório do Painel de Alto Nível de Especialistas em Segurança Alimentar e Nutricional (HLPE - FSN) lançado nesta terça-feira, 02, o Laboratório Urbano de Políticas Públicas Alimentares (LUPPA) recebeu um destaque como rede nacional de cidades.


O HLPE é um órgão auxiliar nos trabalhos do Comitê de Segurança Alimentar Mundial da ONU que todo ano se debruça sobre um tema e lança um relatório de análises técnicas e recomendações de política pública. Este ano, seguindo os passos do relatório “Estado da Segurança Alimentar e a Nutrição no Mundo” (SOFI) de 2023, o tema eleito foi o dos sistemas alimentares urbanos e periurbanos e o contexto da crescente urbanização mundial, com o objetivo de alcançar a segurança alimentar e nutricional das populações que vivem nestas áreas. Apresentando uma análise profunda dos desafios e oportunidades, e mostrando como as zonas periféricas têm um impacto importante nos sistemas alimentares, influenciando a produção, a distribuição e os padrões de consumo a nível mundial. 


Além disso, o relatório também destaca a importância de uma governança em vários níveis, multilateral, com diversos atores e a relevância das redes de cidades dão apoio para os municípios avançarem na gestão dos sistemas alimentares, trazendo como exemplo o LUPPA. O LUPPA é o maior laboratório de políticas públicas alimentares do mundo, um programa do Instituto Comida do Amanhã em correalização com o ICLEI Brasil, com o objetivo de facilitar a construção de políticas alimentares municipais integradas, participativas e com abordagem sistêmica.


Para Juliana Tângari, diretora do Comida do Amanhã e coordenadora do LUPPA, esse destaque reconhece a relevância do trabalho que o LUPPA está realizando no Brasil. “Assim como o IPES-Food em 2023, o HLPE reconhece a relevância das redes de apoio às cidades, especialmente das redes de cidade de âmbito nacional, e tal como o IPES-Food, cita o LUPPA como exemplo de mecanismo de apoio e facilitação para as cidades. Mais uma vez o LUPPA é inserido num rol de poucos exemplos mundiais, sendo o único do Sul Global, indicando a relevância do trabalho que estamos fazendo por aqui”, destacou. 


Este relatório é uma ferramenta importante para formuladores de políticas públicas, pesquisadores e partes interessadas dedicadas a garantir a segurança alimentar e nutricional no contexto da rápida urbanização. Acesse o relatório completo em: https://www.fao.org/cfs/cfs-hlpe/publications/hlpe-19.  


Sobre o LUPPA


O LUPPA é um programa do Instituto Comida do Amanhã em correalização com o ICLEI Brasil, com o apoio pleno do Instituto Ibirapitanga, do ICS - Instituto Clima e Sociedade e da Fundação José Luiz Egydio Setúbal e da Porticus, apoio institucional da FAO Brasil - Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura e parceria metodológica da Reos Partners.


44 visualizações

Comments


bottom of page