• Mónica Guerra Rocha

PUTA

Atualizado: 8 de jan. de 2020


"Também a moral é uma questão de tempo"

Gabriel García Márquez

Ontem comecei o meu primeiro diagrama lunar, junto com outras 16 mulheres. Uma ferramenta maravilhosa de auto-conhecimento sistêmico, por dentro e por fora, onde o corpo conversa com o todo, onde conseguimos colocar no papel isso de sermos cíclicas, regenerativas, lunares, mulheres.

Fui desenhando cada lua, da cheia à minguante, da nova à crescente. lembrando das sensações de cada dia anterior, selecionando o que não colocar porque o espacinho para escrever é pequeno e pede resumos sucintos e essenciais.

Cada frase sobre o dia reforça o caminho: como se ao escolher o essencial o todo ficasse mais claro.

No começo do encontro recebemos o desenho de uma árvore. Raízes profundas, raízes superficiais, tronco, galhos e folhas. Em cada um deles escrevíamos dificuldades, preconceitos, estigmas, tabus, mas também processos, aprendizagem, superação, e uma nova forma de nos olharmos, de nos orgulharmos de ser esse ser complexo e cíclico.