Por que uns comem e outros não? Conseguimos fazer alguma coisa para que todos possam se alimentar? Para que alguma mudança aconteça? Como campanhas, mobilizações, ações se iniciam? 

 

Saber mais sobre minha comida me faz ter melhores escolhas, mas o que podemos fazer para que mais pessoas possam escolher melhor? 

 

A farinha que vai fazer com que esse caldo engrosse é a coletividade e por isso trazemos a experiência de pessoas que sabem como, de forma criativa e disruptiva, engajar e mobilizar caminhos mais justos e poderosos de transformação - na relação da gente com o mundo, da gente com outras gentes, da gente com a gente mesmo. 

Adriana Salay

Adriana Salay é historiadora e pesquisa sobre hábitos alimentares há 9 anos. Atualmente desenvolve um doutorado em História Social na USP sobre a fome no Brasil e é professora de cursos de pós-graduação em gastronomia. Coordenada o projeto Quebrada Alimentada e foi uma das articuladoras da campanha Gente é pra brilhar, não pra morrer de fome.

Aline Matulja

Aline Matulja é engenheira sanitarista e ambiental e mestre em Saúde Pública. Em dez anos de carreira, por meio das iniciativas Roda e Sana já apoiou comunidades, empresas e prefeituras em projetos de sustentabilidade com ênfase em saneamento, acesso à água, compostagem e reciclagem. Atualmente apoia a iniciativa Faz a Feira, plataforma ativista para e-commerce de pequenos produtores e é professora do curso Sustentabilidade: Ecologia Profunda na Prática na plataforma Yam. Há três anos, produz conteúdo digital sobre sustentabilidade em seu perfil @alinematulja no Instagram.

Crédito da foto: Curso Yam de Sustentabilidade. 

Mariana Campos

Mariana Campos é jornalista do Greenpeace Brasil em Brasília, atuando na comunicação e engajamento das campanhas de Políticas Públicas e Agricultura & Alimentação. É vegana e ativista por uma alimentação saudável, sem veneno, justa e acessível para todas as pessoas.  

Dia 24 de novembro de 2020 às 11h

2

MOBILIZAÇÃO &

ATIVISMO PELA COMIDA:

fazer diferente e engajar pelo alimento.

Pessoas que saem de suas colmeias e levam enxames inteiros junto, POLINIZADORES por essência e agitadores por convicção de que não fazemos nada sozinhos. 

MOBILIZAÇÃO & ATIVISMO PELA COMIDA: 

Fazer diferente e engajar pelo alimento. 

 
SITE WEBINARBANNER BATATA BAROATRANSP.jp

[ Dando à comida de verdade

o enfoque que ela merece ]

REALIZAÇÃO

APOIO

Instituto Comida do Amanhã - Poliniza 2020