• comida do amanhã

Sistemas Alimentares e COVID-19: atualizações Janeiro 2021

Nós do Instituto Comida do Amanhã seguimos acompanhando os impactos da pandemia de coronavírus nos sistemas alimentares. Abaixo, nossa seleção de atualizações do mês de Janeiro de 2021.

Clique aqui e confira os posts dos meses anteriores!


COVID-19 & Fome.

A alta no preço dos alimentos continuou em janeiro deste ano: alimentos e bebidas tiveram aumento de 1,02% em relação a 2020. A alta, aliada ao fim do auxílio emergencial, representou queda no consumo alimentar de muitas famílias, considerando que a maior parte do auxílio era utilizada para comprar comida e pagar contas básicas.

Um protesto organizado pela Coalizão Negra de Direitos pedindo a prorrogação do auxílio emergencial de R$600 até o fim da pandemia levou marmitas vazias à Avenida Paulista, em São Paulo, sob gritos de “Tem gente com fome!”.

O auxílio emergencial repassava R$1.200 reais para as mães chefes de família, o que garantiu a alimentação de muitas ao longo da pandemia. O fim do benefício representa um alto desfalque no orçamento - e consequentemente na alimentação - das famílias.

COVID-19 & Alimentação escolar.

No começo de fevereiro, a