• Mónica Guerra Rocha

XENITIA


foto: Alex Silva (mdemulher.abril.com.br)

A experiência da ausência do próprio lar é elaborada culturalmente na Grécia sob o conceito de Xenitia. Xenitia, ou viver longe de casa, tem uma longa história na tradição oral grega (...) Para o homen, Xenitia significa a ausência do conforto físico da casa: “Em xenitia, a mulher não estará presente para cozinhar a sua comida(...) ele experienciará dificuldades e isolamento (...) é a analogia à miséria e a morte”. (...) Xenitia é descrita como uma condição de estranhamento, ausência, morte, perda de relação social ou perda da ética do cuidado que caracteriza as relações de família”.

David Sutton, 2000 - Whole Foods

2 meses de Europa. Coisa boa né?

Fiquei semanas pensando sobre isso, sonhando antecipado: como seria o grupo? como seriam as 3 semanas de retorno a uma vida de estudante? o verão europeu? o pôr do sol no Porto, o som das gaivotas no fim do dia, a Itália pela primeira vez? Bicicletas pela Holanda, gente de todo o mundo, um quarto para mim, sozinha, uma viagem inteira para mim, sozinha. Arruma mala, escolhe roupa, separa tudo em partes: o que vai na viagem, o que fica na casa, o que vai para a casa das amigas, o que é para doar, encaixota. Viajar no meio de um processo de total transição: quando vol