Aos 75 anos, ONU enfrenta desconfiança, ataques populistas e incertezas sobre o futuro

Estadão